Bradvisor Group

Navegando em períodos de turbulência

Vivemos atualmente em um período de incertezas e grande turbulência. O cenário econômico do nosso país e também de todo o resto do mundo causa grande aflição e preocupação, entre políticos, empresários, mas também em toda a população.

Estamos passando por um momento extremamente delicado e difícil devido a presença de um vírus perigoso e que até então desconhecemos. Políticas de redução da circulação e distanciamento social são adotadas praticamente em todo o país, inevitavelmente e como em um efeito cascata, efeitos devastadores assombram a economia.

Devido ao menor número de pessoas em circulação e também em virtude do fechamento do comércio e de várias outras empresas, estamos vivenciando um rápida e brusca desaceleração da economia, o que muita das vezes, obriga empresários a encerrarem suas atividades.

Neste cenário altamente desafiador, muitas portas de emprego acabam se fechando e como mais uma consequência dolorosa, sobe desenfreadamente o número de brasileiros desempregados.

Neste contexto, precisamos encontrar saídas para minimizar os problemas enfrentados e resguardar ao máximo a atividade econômica do Brasil, obviamente sem colocar em risco a vida dos brasileiros.

Para tentar enfrentar a turbulência econômica, nos últimos dias, algumas medidas de estímulo econômico e manutenção de empregos foram adotadas, o Banco Central por exemplo, já reduziu a taxa Selic ao patamar inédito de 3%.

No início do ano de 2020, a previsão do Banco Central do Brasil era de um PIB – Produto Interno Bruto, ou seja a soma de riquezas produzidas pelo país, na ordem de crescimento de 2,2%. Com a turbulência atual, esta previsão já foi rebaixada para uma retração de – 3,76%, em um cenário considerado otimista.

Para o Banco Mundial, por exemplo, a queda esperada é de 5% e para o  Fundo Monetário Internacional – FMI de 5,3%. Com a confirmação desta desaceleração, o país deve enfrentar o pior desempenho econômico desde 1901.

Infelizmente, ainda não estamos vivenciando a tão sonhada desaceleração da pandemia aqui no Brasil, muito pelo contrário, no momento que vos escrevo este artigo, os números ainda aumentam.

Para que tenhamos uma ideia, em um estudo feito pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ no pior dos cenários o PIB do Brasil poderia despencar em até 11%.

O cenário apresentado e os números estimados até então, são animadores? Com certeza não! Ficar parado enquanto o navio está a beira de um naufrágio não é a melhor opção! Precisamos encontrar soluções para acalmar a turbulência e voltar a navegar em condições de cruzeiro.

Como navegar em períodos de turbulência

Já conhecemos o cenário altamente desafiador em que vivemos, precisamos agora, encontrar meios que garantam a sobrevivência de nossas empresas e a manutenção de empregos.

O que podemos fazer? Muitos empresários não sabem nem mesmo por onde começar e estão aflitos, pois bem, sem dúvidas o melhor remédio é a entrada de recursos em caixa, ou seja, dinheiro.

No entanto, na falta de recursos financeiros, podemos utilizar remédios paliativos que podem não gerar uma completa cura, mas ao menos nos ajudam na redução e combate aos sintomas, de forma análoga aos efeitos de um analgésico.

Controle de  fluxo de caixa: O correto e eficiente acompanhamento e controle de fluxo de caixa é primordial em qualquer cenário econômico, mas sobretudo em períodos de crise e turbulência.

Neste momento, esteja preocupado em dedicar uma atenção especial à administração do fluxo de caixa, projetado ao menos as entradas e saídas para os dois meses seguintes.

Faça o possível para que as receitas mantenham equilíbrio com as despesas. Para que isso ocorra, existem duas soluções básicas, redução de custos e despesas ou aumento de receitas, através de novas ideais, mudanças de hábitos e de cultura.

Neste momento de incertezas, busque formas de reinventar os negócios da sua empresa e mantenha os negócios ao menos minimamente ativos, a depender do seu ramo de atividade, uma boa alternativa para aumentar as receitas no fluxo de caixa, é investir em mercados digitais e online.

Priorize a liquidez e as reserva: Neste momento, fique longe de dívidas e de grandes investimentos, mantenha sua prioridade na manutenção de reservas financeiras para a sua empresa.

Não temos dúvidas, de que os momentos de incertezas não são os mais adequados para grandes investimentos. No entanto, é importante reformular o produto e inovar, desde que não se gaste muito e não se faça dívidas.

Inevitavelmente, será preciso rever as despesas e os custos da empresa, pisando no freio antes da curva, sabendo que poderá acelerar após ela.

Portanto, reveja todas as despesas e os custos atuais da sua empresa, corte aqueles que não são considerados essenciais e faça de tudo para que essa máquina chamada empresa, funcione de forma enxuta. Sabemos que algumas decisões poderão ser difíceis, mas são necessárias.

Façamos uma analogia a um avião cargueiro em queda por excesso de peso e com uma carga valiosa, onde temos apenas duas opções, ficar parado e aguardar que o avião despenque perdendo toda a carga e também a sua tripulação, ou lançar parte da carga ao ar, estabilizando a aeronave e salvando parte da carga e toda a sua tripulação?

Sem dúvidas, a segunda opção é aquela que trará menores consequências, não é mesmo? Portanto, o que você fará com a sua empresa, ficará inerte aguardando a sua completa queda, ou fará uma completa revisão de conceitos e práticas administrativas para que ela consiga se estabilizar?

Faça uso das medidas econômicas até aqui anunciadas: Diversas medidas econômicas foram recentemente anunciadas, sem dúvidas, elas podem contribuir para a sobrevivência da sua empresa, veja:

  • Antecipação de férias individuais;
  • Prorrogação do FGTS por até 3 meses;
  • Redução proporcional de jornadas de trabalho e salários, com subsídio do Governo Federal;
  • Suspensão temporária de contratos de trabalho, com subsídio Federal;
  • Prorrogação do PIS/COFINS;
  • Redução da contribuições para o sistema S, através da Guia de Previdência Social;
  • Liberação de crédito para financiamento da folha de pagamento;

Na atual turbulência que vivemos, é preciso conhecer todos os estímulos, incentivos e regras de negócios para minimizar os efeitos negativos esperados.

Como o BR Advisor Group pode ajudar a sua empresa?

Realizamos um diagnóstico  da situação, avaliação da viabilidade da empresa e elaboração de um plano de ação emergencial.

Em casos emergenciais a prioridade é dar sobrevida à empresa, enquanto se revigora e fortalece seus órgãos vitais e sua saúde vá retornando à normalidade. Assim, o diagnóstico compreende;

  • Análise e definição do plano de ação emergencial de forma a permitir o início imediato da fase crítica. Em seguida elabora-se uma análise mais detalhada, simultaneamente à implementação das ações iniciais;
  • Análise do negócio, do mercado onde atua, mix de produtos, operações, custos, processos, financeira, fluxo de caixa, canais de distribuição, análise de novas oportunidades e definição de rotas de correção;
  • Avaliação financeira do negócio e revisão dos balanços e projeções financeiras.
  • Avaliação dos passivos e ativos de toda a natureza, inclusive os ocultos.
  • Diagnóstico jurídico-fiscal.

A partir desse diagnóstico, e com os resultados de nossos trabalhos a Administração poderá ter uma visão geral dos problemas, que precisarão de correção e/ou aprimoramento, assim como eventuais oportunidades e treinamentos da equipe.

Isso certamente ajudará a focar em assuntos que realmente são críticos para a empresa e quais áreas que precisam realmente de um compliance mais próximo.   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *